NICS – UNICAMP

DESCOBERTAS: Ópera Multimodal em 4 Atos, de Jônatas Manzolli

Ópera “Descobertas”, de Jônatas Manzolli, estreia em setembro no Teatro Iguatemi


Obra faz parte das comemorações dos 50 anos da Unicamp, e reúne orquestra, dança, coro cênico e tecnologia digital

Em um vibrante diálogo entre a orquestra distribuída no palco, dança, coro cênico e tecnologia digital, a ópera multimodal “Descobertas”, do compositor Jônatas Manzolli, é apresentada em Campinas, no Teatro Iguatemi, nos dias 27 e 28 de setembro, dentro das comemorações dos 50 anos da Unicamp. O projeto é uma realização conjunta do Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural da Unicamp (CIDDIC), Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS), Departamentos de Música e Dança do Instituto de Artes da Unicamp).

Com cerca de 60 minutos, “Descobertas”, chamada ópera multimodal por utilizar diferentes formas interpretativas e mediação tecnológica, reúne 40 intérpretes em cena, entre músicos da Sinfônica da Unicamp, do Grupo de Percussão, do Coro Contemporâneo e de bailarinos de Artes Corporais da Unicamp.

A composição destaca a música de concerto contemporânea, na qual o palco e a plateia integram-se para sensibilizar todos os sentidos.

“Descobertas” não conta uma história, mas fala sobre o próprio ato de criar. O tema dos quatro atos aborda as fases do processo criativo, com os personagens chamados de Autor, Obra, Estética e Poema, representados pelos bailarinos. O coro cênico comenta a ação dramática como no teatro grego.

“Não há uma história para ser contada, mas um conjunto de sons e imagens que descrevem as múltiplas sensações que ocorrem em cada um de nós, quando experimentamos os limites do ato criativo”, descreve o compositor.

A obra integra música e dança a partir da cena e do diálogo intrínseco com a estrutura audiovisual do libreto. O movimento e o som produzem aberturas para o público numa paleta de gestos, imagens e texturas produzidas por bailarinos, coro cênico, paisagem sonoras e orquestra.
Os bailarinos e o som da orquestra interagem com as imagens do cenário digital, utilizando-se computação gráfica. Haverá projeção audiovisual no fundo do palco e no proscênio, ou seja, imersão total do público nas imagens geradas em tempo real.

Foto: Antoninho Perri

Maiores Informações: https://www.nics.unicamp.br/eventos

 

Evento no Facebook. Confirme sua presença! 
https://www.facebook.com/events/1314402048651058/

(Visited 207 times, 1 visits today)